BLOG

Estou InteressadoESTOU INTERESSADO

Limpeza de condomínio: como criar uma rotina

Manter um condomínio higienizado requer planejamento e uma série de cuidados.

 Quem não gosta de conviver em um ambiente limpo, desinfetado e organizado?

Ainda que se trate de um condomínio, onde muitas vezes só utilizamos as áreas comuns rapidamente, é preciso ter em mente que higiene significa saúde.

A limpeza de condomínio sempre foi de extrema importância.

Mas em tempos de pandemia, ela se tornou inegavelmente fundamental.

Estabelecer uma boa rotina na higienização dos condomínios requer planejamento.

No artigo de hoje, a GBA Facilities ajuda você a compreender esta demanda em seus detalhes. Confira!

Antes de planejar uma limpeza de condomínio, entenda o perfil do local

Quando mencionamos “perfil do local” significa entender a rotina mais a fundo.

Condomínios com muitas crianças requerem hábitos de higienização diferentes em comparação aos de um ambiente empresarial, por exemplo.

Por outro lado, até o ambiente externo precisa ser levado em consideração.

Estradas e ruas movimentadas tendem a ser poluídas e, portanto, geram poeira.

Já regiões arborizadas têm o ônus de muitas folhas ao chão.

Todo o contexto influencia nas necessidades da limpeza de condomínio.

Analise as necessidades

É preciso contemplar todas as partes do local, sem exceção.

Isto quer dizer que o tamanho vai influenciar diretamente no planejamento da limpeza.

Afinal, são muitas particularidades: o piso, as paredes, os corrimões, os espaços comuns, etc. E para cada superfície, um material específico pode ser requerido.

Avalie a periodicidade

A frequência com que a limpeza de condomínio deve ser realizada influencia diretamente na rotina de higienização. Isso porque existem locais que devem ser desinfetados com maior periodicidade que outros.

Já imaginou a importância de limpar com cuidado os botões dos elevadores, por exemplo?

A pandemia trouxe consigo novos hábitos e olhares meticulosos para a desinfecção de locais aparentemente esquecidos por quem não aderiu à contratação de uma limpeza profissional.

A limpeza de condomínio deve ser feita com que frequência?

Depende.

Há limpezas que devem ser realizadas todos os dias, semanalmente, a cada 15 dias e a cada mês.

Geralmente, os condomínios contratam um serviço de limpeza profissional com as seguintes frequências e demandas:

Limpezas diárias: hall de entrada, banheiros de uso comum, espaços fitness, áreas de jogos, corrimões e elevadores (estes últimos especialmente durante a pandemia);

-Semanal ou quinzenalmente: paredes, tetos, vidros, escadas. Consiste basicamente na parte mais “pesada” da higienização.

O horário da limpeza de condomínio importa

É preciso ter bom senso, tentando interferir o mínimo possível no dia a dia dos moradores. O ideal é realizar a higienização em horários de menor circulação. Esta medida evita eventuais incidentes, como tropeços e escorregões.

Por que contratar um serviço profissional para a limpeza de condomínio?

Porque é a maneira mais assertiva de manter tudo higienizado como deve ser. Água e sabão não bastam. Muito menos dar atenção à higiene com pouca frequência e sem equipamentos ou produtos adequados. O profissionalismo na limpeza de condomínio mantém funcionários e moradores tranquilos em relação a um ambiente saudável e verdadeiramente higienizado.

A GBA Facilities está no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo, atuando nos mais diversos segmentos do mercado. Vamos conversar?

VEJA TAMBÉM

Empresa de serviços terceirizados: tudo o que você precisa saber

Empresa de serviços terceirizados: tudo o que você precisa saber

ACESSAR
Gestão de Pessoas em Facilities

Gestão de Pessoas em Facilities

ACESSAR
Gestão de facilities: o profissional do futuro

Gestão de facilities: o profissional do futuro

ACESSAR
GBA FACILITIES - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Preencha seus dados e prossiga x