BLOG

Estou InteressadoPEÇA SEU ORÇAMENTO

Gestão de Pessoas em Facilities

“Trabalhar com gestão de pessoas é como afinar um violão: Se as cordas ficarem frouxas demais, o violão não toca… Se esticarmos demais as cordas, elas arrebentam…” (Provérbio Chinês)

Trabalhei no segmento de Terceirização de Mão de Obra durante 30 anos, desde 1987, iniciei por acaso neste ramo, na época então com 22 anos.

Entrei em uma empresa que contava com aproximadamente 7.000 colaboradores em todo o Estado do RGS e acredito que era a maior ou uma das maiores empresas do segmento no Estado.

Iniciei como Auxiliar de DP e rapidamente assumi uma Regional da empresa (Caxias do Sul – RS), esta região era composta por 18 Cidades da Serra e mais de 300 Colaboradores (Vigilantes, Auxiliares de Limpeza e Serviços Gerais), não tinha a mínima noção do que era gerir estas atividades, tampouco as pessoas envolvidas em cada contrato da empresa.

Comecei, então, a aprender o que era trabalhar com Terceirização de Serviços e, principalmente, com Gestão de Pessoas.

Errando mais do que acertando, fui trilhando meu caminho.

Caminho este que sigo até hoje e continuo aprendendo diariamente.

Com o passar dos anos, diversos controles e ferramentas de gestão foram criados e sistematicamente aprimorados com foco na evolução contínua e na eficiência do andamento das atividades, gerando, assim, melhores resultados para todos (contratada e contratantes)

Foi desta forma que o negócio evoluiu e conquistamos uma fatia maior deste tão disputado mercado.

Além disso, tornamo-nos cada dia mais confiáveis aos olhos dos tomadores de serviços e não pura e simplesmente apenas uma forma de redução de custos dos serviços de limpeza e Portaria.

Mas nem tudo é ferramenta, processo e controle.

No ramo de Facilities, a “Matéria Prima” são as pessoas e é delas que devemos cuidar, sempre partindo do princípio de que devemos tratar as pessoas como gostamos de ser tratados, respeitando para sermos respeitados e ouvindo mais do que falando (Deus nos deu dois ouvidos e uma boca, nunca esquecer disto).

Aprender a gerir pessoas é tão, ou mais, importante que qualquer ferramenta de gestão.

Aprendi, e continuo aprendendo, que a engrenagem mais importante de qualquer negócio e de qualquer segmento são seus colaboradores e que, normalmente, os de atividades mais primárias, humildes e “simples”, são aqueles que geram os melhores e mais importantes resultados.

De nada adianta uma organização possuir excelentes diretores, gerentes, coordenadores, supervisores, líderes, encarregados, se, na base da operação, os demais colaboradores estiverem se sentido desassistidos, desmotivados, desvalorizados e até explorados.

Aqui cabe um comentário: se isso estiver acontecendo, será que estes diretores, gerentes (…) são realmente bons?

Muito provavelmente, o resultado final não será o esperado.

Teremos uma rotatividade alta nas equipes, uma queda de continuidade das atividades contratadas e o comprometimento da qualidade final dos serviços.

Na minha trajetória, tive a oportunidade e o privilégio de trabalhar e absorver ensinamentos de grandes profissionais da área.

Muitos destes, executivos e líderes, mas, principalmente, funcionários operacionais; pessoas que colocaram, literalmente, a “mão na massa”, limpando chão de fábrica, banheiros e vestiários, diluindo os produtos, operando máquinas, roçando grama, atendendo em portarias, fazendo rondas nos perímetros das empresas.

Ouvindo os conselhos e dicas destes profissionais da ponta, prestando atenção e tentando resolver problemas e dificuldades do dia-a-dia (profissionais ou pessoais), pude compreender e ajudá-los – até onde minha autonomia permitia -, assegurando-os que, ao menos, eles teriam retorno e, desta forma, demonstrando que a instituição respeitava, ouvia e valorizava o seu bem-estar.

Levo comigo esta mesma atitude e maneira de administrar minhas relações, sejam profissionais ou pessoais.

Todos gostamos de sermos ouvidos, de termos atenção, de sermos valorizados por aquilo que fazemos, de sermos criticados construtivamente, mas, principalmente, de sermos respeitados como pessoas e profissionais.

Nestes 30 anos de experiências profissionais, tive duas longas passagens em duas empresas fantásticas.

Em ambas iniciei como supervisor e cheguei ao cargo de Gerente de Operações, atuando em todo o estado do Rio Grande do Sul e tendo a oportunidade e o privilégio de atender clientes em outros Estados (Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo).

O melhor de tudo isso foi sempre contar com o respeito e as amizades conquistadas em todos os níveis.

É muito gratificante quando encontramos antigos clientes e colegas que ainda permanecem exercendo suas atividades e estas pessoas vem te abraçar, agradecer pelo pouco que conseguimos fazer por elas, e dizer que sentem saudades “daquele tempo” (…).

Dinheiro algum paga estes momentos.

Então, cuidem das pessoas, ouçam, valorizem, sejam o suporte que elas precisam e necessitam.

Façam por elas o que elas fariam por vocês (sim, a maioria das pessoas são boas!).

Sejam profissionais e críticos, cobrem, orientem, aprendam e ensinem, isto é RESPEITO (aquele que gostamos que tenham conosco).

  • Você vai aprender muito mais com a experiência do que com o treinamento formal. A melhor forma de saber gerenciar as pessoas é arregaçar as mangas e colocar a mão na massa.
  • “Há três coisas que jamais voltam: a flecha lançada, a palavra dita e a oportunidade perdida.”

 

Edmilson Lourenço Lopes

(email: edmilsonlop@yahoo.com)

  • Profissional na Área de Terceirização (Facilities), com 30 anos de experiência;
  • Gestão de Pessoas;
  • Atuação em todo o Estado do RGS e também Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo;
  • Gestor de Filiais em Caxias do Sul, Santa Cruz do Sul e Itajaí – SC;
  • Experiência em prospecção, venda e implantação de novos contratos

 

VEJA TAMBÉM

O que Mudou na Gestão de Serviços Terceirizados de Limpeza na Pandemia?

O que Mudou na Gestão de Serviços Terceirizados de Limpeza na Pandemia?

ACESSAR
Quanto custa o serviço terceirizado de limpeza?

Quanto custa o serviço terceirizado de limpeza?

ACESSAR
O ingrediente que falta no mercado de terceirização de serviços

O ingrediente que falta no mercado de terceirização de serviços

ACESSAR
GBA FACILITIES - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Preencha seus dados e prossiga x